© 2018 por Eliane Vituzzo | Kumpania Romai do Brasil. 

  • Facebook Social Icon
  • Instagram
  • Youtube

Eliane Vituzzo - Atendimentos, Cursos & Eventos - 55 11 982.570. 835  (Whatsapp)
Baralho Cigano, Cafeomancia,Tarô, Numerologia, Florais de Saint Germain, Portal Estelar 

LEITURA DA BORRA DO CAFÉ
Cafeomancia

"O café inspira e aproxima as pessoas, estimula o cérebro, alegra o espírito e revela o futuro"

Antes de falarmos dos Atendimentos de Cafeomancia, precisamos conhecer um pouco da história da descoberta do café.

Não há evidência real sobre a descoberta do café, mas há muitas lendas que relatam sua possível origem.
Segundo a lenda, há muito tempo atrás, um jovem pastor chamado Kaldi, tomando conta do seu rebanho de cabras em uma montanha árida e ressecada em Kaffa,
na Absínia, hoje Etiópia - onde somente algumas pobres moitas esqueléticas conseguiam incrustar suas raízes nas rochas, observou que, durante a noite, alguns de seus animais desapareciam atrás da montanha durante algumas horas, e voltavam saltitantes. Kaldi ficou irrequieto, pois estava convencido que suas cabras estavam possuídas pelo diabo. 
Uma noite ele seguiu os seus animais e os viu pastarem com um notável prazer pelos pequenos grãos vermelhos que se encontravam sob o arbusto que nunca tinha visto. No final de alguns minutos desta refeição imprevista, as cabras e o "velho bode" começaram a dançar à luz da lua. Kaldi recolheu alguns grãos e os comeu com tanto prazer que ficou na sua boca uma agradável sensação de frescor. O resultado foi inesperado: assim como os carneiros, Kaldi começou a dançar.
Nunca houve na Terra um pastor Tão alegre. 
Kaldi comentou sobre os frutos com um monge da região, que decidiu experimentá-los. O monge apanhou um pouco das frutas e levou consigo até o monastério. 
Ele começou a utilizar os frutos na forma de infusão, percebendo que a bebida o ajudava a resistir ao sono enquanto orava ou em suas longas horas de leitura do breviário. Esta descoberta se espalhou rapidamente entre os monastérios, criando uma demanda pela bebida. 



O café era servido nas mesquitas, nos lares, fazendo parte da alimentação árabe. Em 1475, foi promulgada uma lei permitindo à mulher pedir o divórcio, se o marido fosse incapaz de lhe prover uma quantidade diária da bebida. O café tornou-se de grande importância para os Árabes, que tinham completo controle sobre o cultivo e preparação da bebida. Na época, o café era um produto guardado a sete chaves. 

No mundo árabe, a cerimônia de preparar e servir o café faz parte da tão conhecida hospitalidade árabe, é sinal de que a visita é bem-vinda e honrada por seu anfitrião. No dia a dia, o café é preparado em pequenas quantidades também em um bule especial sem tampa.O café depois de pronto e preparado com temperos especiais como hal (cardamomo), é servido em outro bule especial limpo acompanhado de pequenas xícaras sem alça. 
O café árabe não é coado, espera-se a borra sentar no fundo para servir. 

A Cafeomancia veio logo após a Chegada do café ao mundo árabe. 
Muito difundida nos países árabes, tornando-se uma de suas mais ricas tradições, principalmente no Irã, na Turquia e no Sul da Rússia, onde era praticada pelas cortes dos grandes czares e responsável por decisões importantes para a Humanidade. Posteriormente, foi introduzida na Europa, no século XVIII, sendo a França o primeiro país a adotá-la. Mais tarde, foi a vez da Itália, na cidade de Veneza, partindo para o resto do mundo. 


Essa prática divinatória árabe era usada pelas odaliscas dos sultões antigos que, através da Borra do café, previa qual odalisca seria escolhida para aquela noite. 
Atualmente a prática da Cafeomancia é muito difundida pelos ciganos e utilizada na Turquia e nos países do norte da África, que conservam essa prática há vários séculos, passando-a de geração a geração. Nas famílias árabes mais tradicionais, ainda hoje as mães lêem as xícaras “sujas” dos filhos e dos maridos depois do almoço. Para os árabes, a borra de café revela segredos e indica caminhos. 


Antes da arte divinatória da cafeomancia já existia a Teimancia (leitura nas folhas do chá), praticada na Ásia pelos chineses e japoneses
e muito utilizadas pelos ciganos que já ganhavam respeito entre os nobres da antiguidade. 
A Cafeomancia é uma arte divinatória usada para analisar e orientar o futuro através da leitura da borra de café,
que aparece na parede e fundo de uma xícara, depois de bebê-lo. 

A cafeomancia mostrará o presente e o futuro próximo. O passado, será mostrado apenas se tiver relação com o presente ou com o futuro. 
Ler a Borra de Café é uma arte assim como ler os Hieroglifos. A energia da pessoa que degusta o café influencia e se mostra através da xícara e do pires, 
nos resíduos de café, mostrando conceitos e caminhos.

Essa leitura é extremamente eficiente, pois o café teve contato direto com a "porta da vida" ou com a "porta da respiração" — a boca. 
A boca é um órgão especial, no qual se comunicam o corpo, o espírito e a alma, com o mundo exterior que é simbolizado pelo ar.
É o local no qual o corpo, o corpo etérico e o corpo astral se unem. 
O café é um fruto da terra, que precisa de água para se transformar em bebida, de fogo para ferver a água, e da passagem pela "porta do ar", para ser sentido. 
Ou seja, são quatro as bases que tomam parte do processo — terra, água, fogo e ar (espírito).

Na minha maneira oracular de tratar esta leitura da borra do café, a boca que representará o elemento ar, poderá ser substituída pelo pensamento
focado que também se utiliza, do elemento ar - a mente.


Dentro dos costumes da época, acreditava-se que quando havia uma previsão de maus presságios, devia-se quebrar a xícara para evitar o mal.
E quando desejava-se realizar o que o presságio dizia, guardava-se a xícara até o acontecimento. A xícara era guardada em um pano preto.

"O Café conquistou os Árabes, foi abençoado pelo Papa, conquistou o mundo e trouxe riquezas para muitos "


A Cafeomancia é um portal de acesso aos nossos registros mais importantes, e nos aponta sempre o que deve ser resolvido de imediato,
para um melhor resultado no futuro. 
Entrar em contato com esse oráculo é também permitir-se atravessar o portal do autoconhecimento e
do sagrado em sua vida, 
além de conhecer mais intimamente um pouco da crença de algumas culturas que assim fazem uso desta mancia. 

Através da leitura da xícara e do pires é possível saber sobre a vida profissional, espiritual e emocional (família, amigos, relacionamento). Na parte
emocional é possível ver o passado e até obter informações de vidas passadas desde que tenha interferência com o momento atual e suas decisões futuras.


Mesmo que hoje em dia existam formas diferenciadas de fazer a previsão através da Borra de Café, isso não torna menos qualitativa sua mensagem,
porém o contato com o café é fundamental para uma orientação adequada. A orientação abrange até seis meses.

Conheça os mistérios que envolvem esse Oráculo!
 

A Leitura da Borra do Café é realizada em uma hora para atendimentos particulares, 
e para eventos corporativos são necessários quinze minutos por pessoa.


A Leitura da Borra do Café só pode ser realizada pessoalmente e com agendamento prévio.

 

"O café inspira e aproxima as pessoas, estimula o cérebro, alegra o espírito e a sua borra revela segredos e indica caminhos."

 A Leitura da Borra do Café é muito suscetível ao estado de espírito do consulente no momento, sendo assim,  aconselha-se acalmar a mente e ficar tranquilo. 
 Após virar a xícara, será possível saber sobre a parte espiritual, profissional ou material e no pires, veremos sobre família, amizades e vida amorosa.
Suas previsões são muito precisas, apontando o que necessita saber e não o que deseja ouvir.