© 2018 por Eliane Vituzzo | Kumpania Romai do Brasil. 

  • Facebook Social Icon
  • Instagram
  • Youtube

Eliane Vituzzo - Atendimentos, Cursos & Eventos - 55 11 982.570. 835  (Whatsapp)
Baralho Cigano, Cafeomancia,Tarô, Numerologia, Florais de Saint Germain, Portal Estelar 

Vítimas das voltas Européias

Rajko Djuric

                                                                A situação cada vez mais difícil das comunidades da ROM e do Sinti (cigano) em países numerosos do mundo, mas                                                                     no detalhe em Europa Oriental, é um dos efeitos laterais perturbando para ter emergido na vigília das voltas que                                                                         varreu através destes países somente um ano há. Depois que sucessivo as ondas do persecution, seguidas pelo                                                                           holocaust da segunda guerra mundial, que causam a morte - a - de milhão homens mais do que meios da ROM e do                                                                   Sinti, de mulheres e de crianças, e pela ausência total de direitas humanas durante os dictatorships comunistas,                                                                         aproximadamente 15 milhão ROM e Sintis são agora o objeto da discriminação racial a mais blatant.
                                                                Estes povos não se beneficiam da proteção de suas liberdades coletivas em nenhum país, e apesar das apelações                                                                         repetidas pela união de Romani, da organização do Congress de Romani do mundo (cigano), às nações unidas, ao                                                                     conselho europeu e ao Commission da comunidade européia, nenhuma ação foi feita exame assim distante para fixar                                                                 suas direitas mais básicas. Na opinião da união de Romani, um postponement mais adicional da defesa e a proteção                                                                   das ROM e Sintis podiam ter conseqüências sérias para seus povos.
                                                                Os perigos que enfrentam presentemente em Europa Oriental são numerosos. Em Romania, onde aproximadamente                                                                    três milhão ROM vivem, são sujeitadas à miséria social indescribable; são também o alvo da violência física e são                                                                        terrorized por grupos nacionalistas Romanian. Duas vilas da ROM foram queimadas recentemente para baixo nos                                                                        communes de Cosa Voda e de Cogalnicean.
                                                                  Muitos incidents, relatados esporàdica na imprensa jugoslava, demonstram o insecurity judicial, social, político e físico experimentado pelas ROM em Jugoslávia. As ocorrências similares, variando do propaganda racist e da discriminação racial aos ataques e ao terror do exame, ocorreram em Bulgária, em Hungria, em Poland, em Checoslováquia e em outros países em Europa Oriental. Sua situação em Albânia é desconhecida.
A posição cada vez mais crítica dos minorities dentro destes países, amongst que as ROM e o Sintis foram sempre protegido o mais menos, aggravated pela maré levantando-se do nationalism extremo e pela ameaça da guerra civil. Está provocando o emigration de um número de crescimento das ROM e do Sintis de oriental a Europa ocidental no emprego da busca e em um ambiente mais seguro.
Dado esta situação, a união de Romani lançou outra vez uma apelação urgente aos corpos internacionais e europeus para reunir uma conferência para discutir o fate de seus povos durante todo Europa. O esse dado o Conselho da Europa e o Commission europeu tem passado já as definições compatíveis com seus alvos, a união de Romani está pressionando-os ir mais mais e traduzir suas definições no programa concreto da ação. Forçando a gravidade do problema, a união discute a necessidade para uma organização que compreende representantes da comunidade européia, da união de Romani e de outros specialists que podem criar um programa e fixar financiar de comunidade para sua execução. Os representantes da união de Romani têm fixado já a aprovaçã0 para seu projeto do governo alemão através de seu representante no Conselho da Europa; as promessas da sustentação vieram também dos embassies alemães e suíços.
Uma área que todo o programa deve tackle sem atrasa é o ensino de sua lingüeta de mãe às crianças da ROM e do Sinti. A união de Romani começou estandardizar a língua, fazendo a mais fácil de ensinar. O Literacy em sua própria língua, no prazo, fornecerá uma base mais contínua para a integração de crianças da ROM e do Sinti. 
Fundado em 1971, o ano de seu primeiro congress em Londres, a união de Romani tem, assim distante, nenhum matrizes do permanent nem financiar.
Então quando os problemas das ROM e o Sintis forem a maioria de severos, este remanesce um handicap severo a seu trabalho. Se a redução se estiver levantando conflitos nacionais e étnicos em Europa, especialmente Europa Oriental, deve ser conseguida sem as conseqüências trágicas de atrasa, financeiro as well as moral e sustentação política para a união de Romani, quanto para a seus povos, é uma matéria do urgency.
O Dr. Rajko Djuric é presidente da união de Romani. Vive em Belgrado.

Traduzido por Moris Farhi.